• 9 a 14 de julho 2018 - Leiria

    Na vanguarda da tecnologia

    Junta-te a uma aventura de cinco dias pelo mundo da tecnologia de ponta e da inovação, conhecendo a realidade das indústrias de topo e da investigação científica.

SOBRE

  • Se gostas de estar sempre a par das últimas tendências tecnológicas, esta semana é ideal para ti!

    O Leiria-in promete uma semana cheia de atividades ligadas à robótica e ao mundo da indústria, em várias áreas. O programa é muito variado, vais poder fazer Workshops, visitas a empresas, ir à piscina, à praia, fazer caminhadas e muitas outras atividades.

    A Leiria-in decorre em Leiria entre 9 e 14 de julho de 2018.

    A tua participação é gratuita, só tens de te inscrever e depois serás informado se foste selecionado.

    A Semana Leiria-in decorre entre 9 e 14 de julho de 2018.

    Leiria In bloco1

    50 estudantes do Ensino Secundário ou Profissional

    Leiria In bloco2

    Leiria-In 2017
  •  

    Leiria-in 2018

    Já te inscreveste? Só temos 50 lugares!

    Inscreve-te Já!

     

Notícias

  • Leiria-in 2017!

    Já te podes inscrever na Leiria-in 2017 a Semana da Indústria.
    Como sabes, só 50 felizardos é que terão a oportunidade de participar nesta semana fantástica, em julho de 2017, com tudo pago e de certeza que não queres ficar para trás.

  • No Leiria-In, a sirene tocou para a saída

    No quinto e último dia do Leiria-In, a realidade empresarial voltou a estar em destaque, juntamente com engenharia e a robótica.

  • A arte do fabrico e da ciência

    Passado entre Alcobaça, Leiria e as Caldas da Rainha, o quarto dia do Leiria-In incluiu workshops, visitas a empresas, orientação e até música.

  • Leria-In: a Indústria em movimento

    Movimento foi a palavra de ordem do terceiro dia do Leiria-In. Uma dúzia de empresas visitadas, um peddy-paper e uma corrida nocturna constituíram o saldo final.

  • Um dia entre o vidro e a água

    O segundo dia da academia Leiria-In passou pela Marinha Grande, com visita incluída ao Mariparque, na praia da Vieira. As histórias de vida que compõem a indústria e o artesanato ligado ao vidro e aos moldes também estiveram em destaque.

  • Leiria-In: Academia da Indústria em funcionamento

    Arrancou hoje a academia Leiria-In. Feita a receção, foi o património da região que esteve em destaque. Quando se dirigiu aos 50 participantes do Leiria-In, o Vice-Presidente do Instituto Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, confessou contornar o protocolo. "Quero começar por convocar uma salva de palmas para estes estudantes que estão cá de corpo e alma para aprender".

  • Leiria-In termina e o futuro começa

    Como não podia deixar de ser, o final da grande semana dedicada à indústria contou com um momento de despedida. Mas houve ainda tempo para uma visita a uma empresa, interagir com robôs e carros telecomandados, bem como dar um salto até à praia.

  • Na vanguarda da tecnologia

    Como são feitas as porcelanas, workshops de artes e a tecnologia de amanhã com ainda tempo para orientação e Tunas. Foi assim o quarto dia da Leiria-In. A manhã começou com uma viagem até Alcobaça para visitar a fábrica de porcelanas SPAL.

  • Leiria-In: o dia das empresas

    O terceiro dia da Leiria-In chegou em força com novas empresas para conhecer, um peddy paper e até uma caminhada noturna.

  • O futuro está na indústria

    Dos moldes aos vidros, passando pelos plásticos o segundo dia da Leiria-In arrancou em cheio. Os 50 jovens tiveram a oportunidade de entrar a fundo no tecido empresarial da região de Leiria e descobrir tudo sobre o funcionamento das diferentes indústrias.

  • Leiria-in 2015 já está On

    50 jovens de todo o país chegaram hoje a Leiria para uma semana repleta de atividades e diversão, tudo à volta da indústria. O programa do Leiria-In começou com uma sessão de boas vindas.

  • No fim da linha de produção

    A Leiria-in chegou ao fim num dia cheio de atividades e emoções. Pela manhã visitámos a DRT, uma empresa de moldes de alta tecnologia.

  • Uma viagem a outra dimensão

    No penúltimo dia da nossa aventura em Leiria, vimos muitas coisas novas desde a tecnologia de ponta à indústria artesanal. De volta à Marinha Grande, pela manhã, fomos visitar o Centro para Desenvolvimento Rápido e Sustentado do Produto do Instituto Politécnico de Leiria(IPL).

  • Sempre a andar no Leiria-in

    O terceiro dia desta semana dedicada à indústria foi sempre a caminhar, de manhã até ao deitar. Pela manhã, fomos divididos em onze equipas para sermos “empresários por um dia”. Ribermold, Famolde, TJ Moldes, Moldoeste, Iberomoldes, Planimolde, Tecnimoplas, Foz Moldes, Erofio, DRT e Arfai receberam-nos de braços abertos para percebermos qual a rotina daquelas unidades industriais.

  • A indústria é muito mais do que aparenta

    No 2º dia da “Leiria-in” fomos até à Marinha Grande conhecer várias empresas de topo e para a tarde estava reservada uma atividade de muita diversão.

  • «Leiria-in» já arrancou!

    50 jovens de todo o país encontram-se em Leiria para cinco dias cheios de atividades relacionadas com o mundo da Indústria.

No Leiria-In, a sirene tocou para a saída

No quinto e último dia do Leiria-In, a realidade empresarial voltou a estar em destaque, juntamente com engenharia e a robótica.

Depois de uma passagem pelo areal de São Pedro de Moel, chegariam festividades de encerramento. Da robótica à mecânica, com passagem pelo design e a indústria.

O quinto dia do Leiria-In arrancou com a visita à empresa DRT, onde os participantes puderam conhecer todas as fases do processo de fabrico de moldes e o trabalho de design ali desenvolvido. A área do design foi precisamente destacada pela gestora de projeto que recebeu os estudantes – nas instalações da DRT, destacou, todos os espaços têm a participação da equipa de designers da empresa. Para Ekaterina Kolobaeva, o contacto com esta vertente, bem como com a tecnologia envolvida no dia-a-dia da empresa, poderá deixar uma marca no futuro dos jovens. “Da próxima vez que andarem de carro, poderão lembrar-se de como todas aquelas peças são feitas”, desejou.

Ainda durante a manhã, o Politécnico de Leiria ofereceu aos estudantes um duplo desafio. Enquanto um grupo se centrou no departamento de mecânica, observando a aplicação prática de conceitos físicos básicos nos sistemas de segurança automóvel, um outro interagiu com alguns robots e equipamentos de automação e comando.

Para o docente de Engenharia Automóvel responsável pela sessão, Carlos Ferreira, esta sessão dedicada à engenharia automóvel poderá “motivar para o estudo da Física”, ao mostrar como “estes conceitos básicos podem salvar vidas”. De acordo com o responsável, o contacto com a eletrónica é também uma componente importante, tendo em conta a relevância desta área na mecânica atual.

Depois de almoço, chegou um momento de descontração, no areal da praia de São Pedro de Moel, durante o qual houve ainda espaço para alguns mergulhos e ensaios para o sarau de encerramento.

Quatro peças de um mesmo molde As quatro equipas do Leiria-In apresentaram, à vez, um espetáculo representativo desta semana de atividades. Teatro, música e dança foram conjugados, durante cerca de uma hora, trazendo a palco diferentes momentos que compuseram estes cinco dias ligados à indústria.

Dirigindo-se aos presentes, o CEO da Forum Estudante, Rui Marques, destacou “o prazer que continua a ser trabalhar com o Politécnico de Leiria”. Referindo-se “às lágrimas já de despedida” de alguns dos participantes, Rui Marques classificou estes indícios com um sinal da importância desta experiência na vida dos estudantes.

Encerrando a sessão, o Vice-presidente do Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, assegurou que “continua ser um enorme gosto receber jovens estudantes para que conheçam o IPL e a região de Leiria”. O membro da direção do IPL deixou um agradecimento aos empresários da região, pela “disponibilidade, abertura e pela forma como receberam estes estudantes”. “É notável perceber que, por muito ocupados que sejam, estes empresários percebam a importância desta componente social”, reforçou. Agradecendo a escolha dos participantes por Leiria, Rui Pedrosa mostrou ainda confiança em que todos os participantes do Leiria-In se tornem “embaixadores do território de Leiria, no seu respetivo território”.

Lido 110 vezes