• 9 a 14 de julho 2018 - Leiria

    Na vanguarda da tecnologia

    Junta-te a uma aventura de cinco dias pelo mundo da tecnologia de ponta e da inovação, conhecendo a realidade das indústrias de topo e da investigação científica.

SOBRE

  • Se gostas de estar sempre a par das últimas tendências tecnológicas, esta semana é ideal para ti!

    O Leiria-in promete uma semana cheia de atividades ligadas à robótica e ao mundo da indústria, em várias áreas. O programa é muito variado, vais poder fazer Workshops, visitas a empresas, ir à piscina, à praia, fazer caminhadas e muitas outras atividades.

    A Leiria-in decorre em Leiria entre 9 e 14 de julho de 2018.

    A tua participação é gratuita, só tens de te inscrever e depois serás informado se foste selecionado.

    A Semana Leiria-in decorre entre 9 e 14 de julho de 2018.

    Leiria In bloco1

    50 estudantes do Ensino Secundário ou Profissional

    Leiria In bloco2

    Leiria-In 2017
  •  

    Leiria-in 2018

    Já te inscreveste? Só temos 50 lugares!

    Inscreve-te Já!

     

Notícias

  • Leiria-in 2017!

    Já te podes inscrever na Leiria-in 2017 a Semana da Indústria.
    Como sabes, só 50 felizardos é que terão a oportunidade de participar nesta semana fantástica, em julho de 2017, com tudo pago e de certeza que não queres ficar para trás.

  • No Leiria-In, a sirene tocou para a saída

    No quinto e último dia do Leiria-In, a realidade empresarial voltou a estar em destaque, juntamente com engenharia e a robótica.

  • A arte do fabrico e da ciência

    Passado entre Alcobaça, Leiria e as Caldas da Rainha, o quarto dia do Leiria-In incluiu workshops, visitas a empresas, orientação e até música.

  • Leria-In: a Indústria em movimento

    Movimento foi a palavra de ordem do terceiro dia do Leiria-In. Uma dúzia de empresas visitadas, um peddy-paper e uma corrida nocturna constituíram o saldo final.

  • Um dia entre o vidro e a água

    O segundo dia da academia Leiria-In passou pela Marinha Grande, com visita incluída ao Mariparque, na praia da Vieira. As histórias de vida que compõem a indústria e o artesanato ligado ao vidro e aos moldes também estiveram em destaque.

  • Leiria-In: Academia da Indústria em funcionamento

    Arrancou hoje a academia Leiria-In. Feita a receção, foi o património da região que esteve em destaque. Quando se dirigiu aos 50 participantes do Leiria-In, o Vice-Presidente do Instituto Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, confessou contornar o protocolo. "Quero começar por convocar uma salva de palmas para estes estudantes que estão cá de corpo e alma para aprender".

  • Leiria-In termina e o futuro começa

    Como não podia deixar de ser, o final da grande semana dedicada à indústria contou com um momento de despedida. Mas houve ainda tempo para uma visita a uma empresa, interagir com robôs e carros telecomandados, bem como dar um salto até à praia.

  • Na vanguarda da tecnologia

    Como são feitas as porcelanas, workshops de artes e a tecnologia de amanhã com ainda tempo para orientação e Tunas. Foi assim o quarto dia da Leiria-In. A manhã começou com uma viagem até Alcobaça para visitar a fábrica de porcelanas SPAL.

  • Leiria-In: o dia das empresas

    O terceiro dia da Leiria-In chegou em força com novas empresas para conhecer, um peddy paper e até uma caminhada noturna.

  • O futuro está na indústria

    Dos moldes aos vidros, passando pelos plásticos o segundo dia da Leiria-In arrancou em cheio. Os 50 jovens tiveram a oportunidade de entrar a fundo no tecido empresarial da região de Leiria e descobrir tudo sobre o funcionamento das diferentes indústrias.

  • Leiria-in 2015 já está On

    50 jovens de todo o país chegaram hoje a Leiria para uma semana repleta de atividades e diversão, tudo à volta da indústria. O programa do Leiria-In começou com uma sessão de boas vindas.

  • No fim da linha de produção

    A Leiria-in chegou ao fim num dia cheio de atividades e emoções. Pela manhã visitámos a DRT, uma empresa de moldes de alta tecnologia.

  • Uma viagem a outra dimensão

    No penúltimo dia da nossa aventura em Leiria, vimos muitas coisas novas desde a tecnologia de ponta à indústria artesanal. De volta à Marinha Grande, pela manhã, fomos visitar o Centro para Desenvolvimento Rápido e Sustentado do Produto do Instituto Politécnico de Leiria(IPL).

  • Sempre a andar no Leiria-in

    O terceiro dia desta semana dedicada à indústria foi sempre a caminhar, de manhã até ao deitar. Pela manhã, fomos divididos em onze equipas para sermos “empresários por um dia”. Ribermold, Famolde, TJ Moldes, Moldoeste, Iberomoldes, Planimolde, Tecnimoplas, Foz Moldes, Erofio, DRT e Arfai receberam-nos de braços abertos para percebermos qual a rotina daquelas unidades industriais.

  • A indústria é muito mais do que aparenta

    No 2º dia da “Leiria-in” fomos até à Marinha Grande conhecer várias empresas de topo e para a tarde estava reservada uma atividade de muita diversão.

  • «Leiria-in» já arrancou!

    50 jovens de todo o país encontram-se em Leiria para cinco dias cheios de atividades relacionadas com o mundo da Indústria.

Leiria-In: Academia da Indústria em funcionamento

Arrancou hoje a academia Leiria-In. Feita a receção, foi o património da região que esteve em destaque. Quando se dirigiu aos 50 participantes do Leiria-In, o Vice-Presidente do Instituto Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, confessou contornar o protocolo. "Quero começar por convocar uma salva de palmas para estes estudantes que estão cá de corpo e alma para aprender".

Realizado o pedido, o responsável destacou uma das principais oportunidades oferecidas por esta semana "em prol da indústria e da tecnologia": "mostrar o que esta região tem de diferente", nomeadamente "um tecido sócioeconómico que permite aos diplomados ser atores da inovação". O conhecimento da riqueza da região de Leiria foi mesmo uma das principais linhas orientadoras neste primeiro dia de atividades. No Museu de Leiria, o Técnico do Serviço Educativo deste museu recebeu os 50 participantes, explicando os objetivos da visita: "a ideia é explicar um pouco o território para que compreendam a identidade de Leiria". A viagem que partiu do Paleolítico e passou pela época Medieval, terminando com a visualização do documentário "Leiria: desenhando o futuro". "São os vestígios do passado que acabam por marcar a identidade do presente", concluiu Mário Coelho.

No mesmo sentido, o primeiro dia dos participantes do Leiria-In incluiu uma visita ao Castelo de Leiria e um passeio pelas margens do rio Lis. A caminhada terminaria no Parque da Cidade, com um exercício de escalada.

A sessão de abertura ficou reservada para o final da tarde, onde vários representantes das instituições parceiras deram as boas-vindas aos jovens estudantes. Na cerimónia, Rui Pedrosa salientou alguns dos números que compõem esta academia de verão: 50 alunos de 44 escolas secundárias e profissionais que, vindos de 10 distritos diferentes, irão visitar 19 empresas. A Vereadora da Educação da Câmara Municipal de Leiria, Anabela Graça, destacou um programa de atividades "cada vez mais relevante para os estudantes". Segundo a vereadora, "sentir, no final da semana, que estão felizes é uma excelente avaliação do trabalho realizado". Quanto ao futuro destes jovens, realçou, "quem sabe se não pode passar por aqui". Durante esta sessão, foi ainda exibido o vídeo da edição de 2014 do Leiria-In. O futuro dos jovens estudantes foi também referido pelo Presidente da Direção do NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria, Jorge Santos. Nesta semana de atividades, destacou, os jovens poderão ter "uma visão do que podem fazer no futuro. Quanto à iniciativa em si, acrescentou, ela é "uma parceria representativa das ligações entre as instituições públicas e privadas" da região de Leiria.

Já o Secretário-Geral da CEFAMOL (Associação Portuguesa para a Indústria dos Moldes), Manuel Oliveira, sublinhou a possibilidade de "contactar com empresas, instituições de ensino superior e centros de saber". No final, destacou, estes 50 jovens poderão ficar a conhecer o trabalho invísivel que sustenta cada produto que se compra quotidianamente no supermercado. As empresas visitadas durante esta semana, sublinhou, pertencem a "uma indústria forte e internacionalizada, com clientes em todo o Mundo". No mesmo sentido, o CEO da Forum Estudante, Rui Marques descreveu Leiria como "uma zona do País onde se encontra o melhor de Portugal". Conhecer os casos de sucesso da região poderá ainda trazer a estes estudantes uma nova luz sobre a riqueza nacional. "Espero que esta semana vos encha de orgulho em ser português". O dia terminou com um momento de interação, à luz do pôr-do-sol leiriense - uma atividade de quebra-gelo em que cada participante ficou a saber mais sobre os 49 colegas que o acompanham na academia da indústria.

Lido 46 vezes